Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012

D. Aníbal, o reformado

Dizia eu que "O Aníbal" há muito tempo que não abria a boca, o que prejudica em muito a blogoesfera.
Quando "O Aníbal" decide dar um ar da sua graça, dá para escrever mil e um posts. Aliás, seria um bom estudo ver quantos blogs foram criados nos minutos após as declarações da criatura.
Eu sinceramente não me escandalizo com muita coisa, já vivo há alguns anos em Portugal para saber que aqui tudo é possível.

Fiquei quase chocado quando após anos e anos de Cavaquismo terem destruído este país e fomentado uma verdadeira máfia que se estende da junta de freguesia mais perdida, até ao mais alto cargo da Nação, os meus concidadãos decidiram eleger "O Aníbal" presidente desta agremiação republicana.
Diga-se em abono da verdade que apenas 23% dos cidadãos eleitores votaram na criatura... enfim é a democracia e tem coisas boas e más: "O Aníbal" é das piores diga-se de passagem.

Como a democracia também pode e deve evoluir, porque não establecer um patamar mínimo de votação para que um cargo deste nível tenha algum... nível? Por exemplo, a votação poderia seria vinculativa a partir nem que fosse dos 25%.
Um presidente de "todos os portugueses" não devia ter legitimidade eleitoral inferior a 1/4 dos cidadãos eleitores e 1/4 já é estar a ser bonzinho... Aliás "O Aníbal" se tivesse algum nível não aceitava o cargo mas como isto está mau para todos um extra sempre ajuda a pagar as despesas.

Voltamos então à questão das despesas e às coisas que não me chocam mas espantam: Como é que não houve um único jornalista que perguntasse:
OK "O Aníbal" até dou de barato que a reforma não chegue para as despesas, mas diz lá então que despesas são essas? Vives no palácio de Belém, presumo que não pagues renda. Tens cama mesa e roupa lavada, carro e ajudas de custo para a Maria ir ao Bingo... Tem o IMI da casa da Coelha e do famoso andar com marquise para pagar, mas que mais despesas terás tu "O Aníbal" para que as reformas milionárias não te cheguem? Terás tu comprado um daqueles famosos veículos "papa-reformas" a crédito? É uma questão de preocupação, até porque com notícias como esta eu fico em sobressalto.

Imagino o que seria se "O Aníbal" tivesse uma vida a sério como nós. 



publicado por Francisco da Silva às 14:09
link do post | comentar | favorito

.autores

.pesquisar

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ainda há esperança?

. Da vergonha alheia

. Vamos a Belém - 25 de Mai...

. Carta a Amélia

. Demissão já

. O PS tem problemas em faz...

. Hasta Siempre Comandante

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds