Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

Gaspar sempre a facturar


Para atingir o teto máximo de deduções de 250 euros no IRS, aprovado hoje em Conselho de Ministros, é necessário reunir faturas de hotelaria, oficina ou cabeleireiro, no montante de 2280 euros por mês, o que se traduz em 26.739 euros por ano, segundo as contas do Expresso.

Mais uma vez, a incompetência a vir ao de cima: se o governo tem suspeitas que estes sectores fogem aos impostos, deveria arranjar uma solução para combater a evasão fiscal. Transformar os cidadãos em agentes do fisco, dando em troca uma dedução de 250€?

É incompetência porque o governo assume-se incapaz de cobrar estes impostos. Também é incompetência, porque é uma medida sem qualquer sentido, que não vai funcionar. Gaspar acredita que alguém que gaste quase 30.000€ numa oficina, por exemplo, quando confrontado com a conhecida frase: "com factura é mais X", vai pedir a respectiva, só para receber 250€ e cumprir o seu dever para com este "governo corrupto"? 

 

Se o governo é incapaz de cobrar os devidos impostos a uma oficina, a um cabeleireiro, ou a um restaurante, imagino o grau de incapacidade para cobrar impostos às maiores fortunas do país... É esta gente que nos continua a governar? A sério? 

publicado por Francisco da Silva às 22:21
link do post | comentar | favorito

.autores

.pesquisar

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ainda há esperança?

. Da vergonha alheia

. Vamos a Belém - 25 de Mai...

. Carta a Amélia

. Demissão já

. O PS tem problemas em faz...

. Hasta Siempre Comandante

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds