Quinta-feira, 30 de Junho de 2011

Acabou o estado de graça

 O primeiro-ministro anunciou hoje que o Governo vai adoptar, apenas este ano, "uma contribuição especial para o ajustamento orçamental" em sede de IRS "equivalente a 50 por cento do subsídio de Natal acima do salário mínimo nacional". Ou seja, a contribuição só incidirá sobre o valor do vencimento acima do salário mínimo (485 euros). 

 

Francisco Louçã questionou Passos Coelho sobre a forma como ia ser aplicada a contribuição especial em sede de IRS hoje anunciada pelo Governo, e se esta iria incidir também sobre os rendimentos dos pensionistas, mas o primeiro-ministro voltou a remeter para mais tarde mais esclarecimentos.

 

 

Este Sócrates não é muito diferente do anterior...

publicado por Francisco da Silva às 17:26
link do post | comentar | favorito

.autores

.pesquisar

.posts recentes

. Ainda há esperança?

. Da vergonha alheia

. Vamos a Belém - 25 de Mai...

. Carta a Amélia

. Demissão já

. O PS tem problemas em faz...

. Hasta Siempre Comandante

.arquivos

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds